Perto da cidade mais alta de Portugal, a Guarda, ao Crossódromo das Lajes em Fernão Joanes recebeu no passado fim-de-semana o campeonato europeu de motocross 65 e 85cc e também a penúltima ronda do campeonato nacional nas suas classes maiores. Com 1595 metros de perímetro a pista beirã acolheu como sempre muito público que não só assistiram a intensos duelos entre os pequenos pilotos do campeonato europeu como acompanharam igualmente ao vivo uma ronda do nacional que ao marcar o regresso de Hugo Basaúla ás vitórias deixou a luta pelo campeonato totalmente indefinida.

Hugo Basaúla (747) e Luís Correia (311)

Sendo a ronda portuguesa a terceira do campeonato europeu todos os principais interessados no ceptro final compareceram no traçado da Beira Alta e nas 65 quem levou a melhor foi o espanhol António Gallego, vencedor de ambas as mangas com o francês Mathis Valin a ser segundo na primeira corrida e terceiro na segunda por troca com o igualmente espanhol Francisco Garcia, que assim secundou o seu compatriota na frente do gaulês. Gallego com esta dupla vitória assumiu o comando do campeonato por troca com o ausente Ferruccio Zanchi.

A força lusa foi liderada por Sandro Lobo (321), um brilhante quinto classificado depois de ter sido quarto na primeira manga e sexto na segunda, Igor Amorim foi o oitavo na classificação final, Martim Espinho o 11º e Tomás Santos o 13º. Presença em pista também para Martim Palma, o 17º na classificação final na frente de Guilherme Esteves, o 18º entre os 21 pilotos presentes.

Nas 85 estiveram três dezenas de pilotos em pista ao longo do fim-de-semana e a vitória final pertenceu ao britânico Eddie Jay Wade, que bateu o espanhol Raul Sanchez e o francês Florian Miot. O melhor dos lusos foi Pedro Rino na 25ª posição com Alex Almeida a ser o 27º e Andria Sousa – a única menina em prova – a 28ª. Fábio Costa foi o 30º classificado, sendo que nenhum dos lusos conseguiu pontos para o campeonato liderado por David Braceras.

No campeonato nacional Bruno Charrua venceu pela quinta vez este ano entre os Júniores e é um dos candidatos ao título a decidir na derradeira prova do ano em Vieira do Minho ao contrário da vitória nas 2 Tempos que está nas mãos de Renato Silva que tem uma margem de 25 pontos antes do arranque no fecho da época.

Por decidir estão os títulos principais e tudo será discutido na última prova do ano. Diogo Graça regressou ás vitórias na frente de Pedro Carvalho e André Sérgio e na última ronda Graça e Carvalho irão decidir o titulo estando ambos separados por menos de uma dezena de pontos.

Diogo Graça

Na classe maior Hugo Basaúla regressou ao degrau mais alto do pódio de MX1 naquela que foi a sétima visita do campeonato ao traçado e recuperou alguns pontos para Luís Correia que mesmo sendo terceiro leva ainda vantagem para o fecho de época. Mais renhida será mesmo a luta pela vitória em Elite pois apenas um ponto separa ambos os pilotos (Correia e Basaúla) numa decisão que promete ser dramática e apaixonante. Tudo será esclarecido no dia 11 de Junho no Off Road Park em Vieira do Minho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here