Na mais longa e concorrida edição de sempre, o 19.º Portugal de Lés-a-Lés promete ser evento realmente único, com promessa de inesquecível ligação entre Vila Pouca de Aguiar e Faro, com paragem no Fundão e Elvas.

Pela primeira vez realizado em 4 dias e com a maior lista de inscritos de sempre, ultrapassando mesmo o limite previsto de 1500 participantes, a grande maratona organizada pela Comissão de Mototurismo da Federação de Motociclismo de Portugal terá acrescidos motivos de interesse.

Desde logo pelo enorme envolvimento das autarquias visitadas pela gigantesca e colorida caravana ao longo do Passeio de Abertura, a 14 de junho, no concelho de Vila Pouca de Aguiar, bem como nas três etapas seguintes, rumo ao sul do País sempre pela tranquila zona raiana.

Enorme adesão do poder autárquico em consonância com as maiores expetativas de sempre por parte dos motociclistas que aceitaram o desafio de, uma vez mais, atravessar Portugal à moda antiga. Isto é, sem utilizar autoestradas, Itinerários Principais ou Complementares, antes optando pelas mais carismáticas estradas nacionais, pelas pitorescas municipais ou, no caso de não haver alternativa para chegar aos pontos mais recônditos de insuspeita beleza, por alguns caminhos de terra batida.

Vila Pouca de Aguiar, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Vila Nova de Foz Côa, Pinhel, Sabugal, Fundão, Oleiros, Castelo de Vide, Arronches, Campo Maior, Elvas, Barrancos, Alcoutim e Faro são apoios importantes para todos os motociclistas, em trajeto pleno de troços e locais inéditos.

Novidades no Douro como nas Beiras, no Alentejo e no Algarve em passeio que arranca com as Verificações Técnicas em terras transmontanas. E onde os participantes devem comparecer à hora assinalada na listagem definitiva, publicada no site da FMP (www.fmp-live.pt), indicando ainda as horas de partida para cada etapa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here