O projeto solidário Volta a África 2017 foi apresentado no sábado passado, e fez a sua partida simbólica da Marina de Cascais, enquadrado pelo evento Yamaha Experience que ali decorreu, numa iniciativa da Yamaha Motor Portugal. Esta aventura, pensada por Victor Moniz, João Oliveira e Rui Vieira, arrancou no domingo, dia 21 de Maio, dando inicio à primeira etapa desta longa maratona.

A ideia que deu origem a este projeto, nasceu da vontade dos três amigos, amantes das viagens em duas rodas, em embarcar numa aventura e numa experiência de vida única no sentido de descobrirem o continente africano, cada um deles com uma Yamaha Ténéré XT660Z. Durante a viagem serão sempre apoiados por um veículo 4×4.

Um projeto que é muito mais que uma viagem de superação pessoal. Foi também a forma que estes aventureiros encontraram para levar apoio às populações mais carenciadas que vivem em locais remotos dos países por onde vão passar. Assim, nesta viagem, reduzidos a dois após um infeliz acidente do terceiro aventureiro, o grupo vai doar “kits” higiene dentária, roupas e artigos escolares. É também intenção dos viajantes promover e divulgar os locais de passagem, seja a nível turístico, cultural ou social.

O Volta a África 2017 vai percorrer cerca de 40 000 quilómetros em África em três etapas. A primeira vai fazer a ligação entre Lisboa e Luanda, passando pela Costa Ocidental Africana, onde vão fazer parte do itinerário países como Marrocos, Mauritânia, Senegal, Guiné Bissau Nigéria, entre outros, até chegar a Angola. A segunda etapa sairá de Luanda, viajará até Maputo e regressa novamente Luanda. Nesta viajem os aventureiros passarão pelos países do sul de África nomeadamente Namíbia, África do Sul, Moçambique, Malawi entre outros. A terceira, já em 2018, trará os aventureiros de regresso a Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here