60 anos de Honda no MotoGP

60 anos de história bem sucedida nas pistas do MotoGP foram celebrados em Assen pela Honda

Foi no dia 3 de Junho de 1959 que a Honda se estreou no então campeonato do mundo de velocidade, cinco anos depois do seu fundador, Soichiro Honda, ter anunciado que queria alinhar na Ilha de Man, tornando a Honda no primeiro construtor japonês a participar na prova. Nessa estreia as RC 142 foram conduzidas por Junzo Suzuki, Naomi Taniguchi, Giichi Suzuki e Teisuke Tanaka e seis décadas depois a Honda é uma referência mundial e considerada por muitos como o construtor número 1 a nível global.

O 60º aniversário da presença da marca nas pistas do campeonato foi hoje celebrado em Assen, com a presença de Tetsuhiro Kuwata (Director para a competição no HRC); Jorge Viegas, o presidente da FIM, Carmelo Ezpeleta (CEO Dorna Sports); Kunimitsu Takahashi (primeiro japonês a vencer um GP na Alemanha de Leste em 1961); Freddie Spencer (o mais jovem campeão do mundo ao vencer nas 500cc em 1983 e o primeiro e único piloto a vencer os campeonatos 250 e 500cc no mesmo ano, em 1985); Mick Doohan (vencedor de cinco campeonatos 500cc consecutivos entre 1994 e 1998) e Marc Marquez, o actual campeão do mundo e piloto da marca, todos eles comentando a importância da marca para o motociclismo a nível global e naturalmente a presença no MotoGP.

‘A Honda é uma marca de extrema importância no desporto e não só. Tem uma forte ligação com a competição e a prova disso são os inúmeros sucessos, títulos e história que conquistou nas mais diversas disciplinas, desde o MotoGP, ao Trial onde domina ou aos Rallyes onde conta com muitos portugueses na sua estrutura oficial. São 60 anos de história que certamente terão continuidade.’ comentou Jorge Viegas, o presidente da FIM, que se deslocou a Assen propositadamente para honrar o convite da marca japonesa nesta cerimónia, não acompanhando o restante GP.

Este slideshow necessita de JavaScript.