Contacto: SYM HD 300 – Uma “Fashionista”

A SYM HD 300 lança-se no mercado em busca de condutores que procuram uma scooter diferenciada e apelativa. Pela sua silhueta, é uma scooter fashionista.

Texto: Redacção. Fotos Rui Jorge.

O acabamento estético desta HD 300 denuncia uma intenção da marca em servir os gostos daqueles que são sobretudo fãs das tendências individualizadas e independentes. E a versão ensaiada, que conta com uma pintura cinza mate, com acabamentos em castanho dos punhos e do assento, assim se apresenta de forma mais vincada.

DESTAQUES

4.499€
278,3 cc
27 cv
179 kg

A disposição equilibrada dos elementos estéticos, conjugada com linhas elegantes e acabamentos sóbrios procuram conferir um look distinto e refinado a esta proposta.

A HD 300 é um modelo que desperta a atenção de muitos condutores com uma cultura urbana bem enraizada, sem que se vincule propriamente a este ou outro público de nicho.

FICHA TÉCNICA SYM HD 300

MOTOR E TRANSMISSÃO

Tipo um cilindro, 4T, refrigerado por líquido
Distribuição Árvore de cames à cabeça, 4 válvulas
Cilindrada 278,3 cc
Diâmetro/Curso n.d.
Potência máxima 27 cv/8000 rpm
Binário máximo 25,49 Nm/6000 rpm
Alimentação Injecção electrónica
Transmissão Final Por correia
Embraiagem Centrífuga automática
Caixa de velocidades Automática

CICLÍSTICA

Quadro Tubular em aço
Suspensão dianteira Forquilha telescópica
Suspensão traseira Dois amortecedores
Travão dianteiro Disco de 280 mm, ABS
Travão traseiro Disco de 260 mm, ABS
Pneu Dianteiro 110/70-16’’
Pneu Traseiro 140/70-16’’

PESO E DIMENSÕES

Comprimento máximo 2220 mm
Largura máxima 770 mm
Altura do assento 800 mm
Distância entre eixos 1500 mm
Ângulo de coluna de direção/trail n.d./n.d.
Avanço n.d.
Capacidade do depósito 10 litros
Peso 179 kg (ordem de marcha)
Cores cinza mate; cinza mate escuro
Garantia 5 anos ou 100000 Km
Preço 4.499€
 
Importador:
Moteo Portugal

Mas se atendermos ao facto de ser uma scooter com jantes de 16 polegadas – uma medida de roda que tradicionalmente em Portugal não é a preferência das massas – pode-se concluir então como pode ser interpretada e apreciada esta HD 300 no mercado nacional.

Motor generoso

Na estrada, esta SYM oferece prestações bem dimensionadas ao seu monocilíndrico de 278,3 cc, refrigerado por líquido e injeção eletrónica. Ao todo são 27 cv alcançados às 8000 rpm, valores que permitem com facilidade fazer face a todas as deslocações citadinas, sem prescindir inclusive de se lançar em percursos de média distância fora dos perímetros urbanos.

Em autoestrada esta HD 300 é capaz de atingir quase 150/km de velocidade máxima, o que permite velocidades de cruzeiro interessantes se for chamada a fazer distâncias mais distendidas.

Esta unidade motriz, à semelhança do que sucede também em outros modelos da marca, conta com um cilindro revestido a partículas cerâmicas siC, o que proporciona uma maior dureza da parede interior do bloco e uma temperatura de funcionamento do motor mais baixa, traduzindo-se assim numa maior resistência ao desgaste dos elementos.

Com a utilização desta tecnologia de revestimento, o motor ganha maior durabilidade, o que permite à marca de Taiwan a confiança comercial para oferecer uma garantia de 100 mil quilómetros ou 5 anos – uma “certificação” de produto apenas praticada no mercado português pela SYM, sendo esta uma oferta transversal a todos os modelos superiores a 125 cc do fabricante asiático.

Conforto

Nas diversas situações de estrada onde pudemos tomar pulso a esta SYM HD 300, o seu comportamento dinâmico pautou-se pelo equilíbrio e suavidade, a oferecer uma boa leitura do piso e uma exploração permissiva das curvas – o que comprova a solidez da sua ciclística.

Dotada de jantes 16, como já se referiu, alia ainda uma boa capacidade de inclinação com o conforto típico de uma scooter de roda alta. Em termos de acabamentos e equipamentos, esta HD 300 não desilude, revelando uma montagem cuidada dos materiais, sendo estes de boa qualidade.

 

 

 

 

 

Conta com um sistema ABS montado em discos de 287 mm na frente, e 260 mm na roda traseira, conjunto que reagiu de forma eficaz às tensões de travagem que propositadamente a sujeitamos durante o breve contacto que tivemos com o modelo na zona de Aveiro.

 

 

 

 

 

Sob o banco encontrarmos uma top case de 38 litros com espaço suficiente para armazenar um capacete integral, cabendo ainda mais alguns objetos pessoais, ou em alternativa um segundo capacete, mas de dimensões mais contidas.

Sobre a grelha traseira, a HD 300 traz de série uma plataforma onde facilmente se pode montar um topcase, sendo que este pode ser adquirido como opcional.

Na frente do posto de condução, esta scooter conta com um gancho de carga oculto, bem como um pequeno porta-luvas que inclui uma ficha USB 2.0 para carregamento do telemóvel ou de qualquer outro gadget tecnológico, como por exemplo um GPS, uma câmara de ação ou uma power bank.

Já o painel de instrumentos revela um estilo que conjuga mostradores clássico – o velocímetro, conta-rotações, e indicador de nível de combustível – com um painel digital em LCD, que poderia ser um pouco maior para facilitar a sua legibilidade, onde surgem todas informações complementares, como o odómetro total e dois parciais, indicador de temperatura, nível de carga de bateria, entre outros.

 

 

 

 

 

Atendendo à qualidade de construção, ao seu design, ao bom nível de acabamentos, à garantia de 5 anos que a SYM oferece, e se ainda se considerar o seu PVP de 4499 euros, estamos seguramente perante um modelo que possui os predicados necessários para se qualificar no topo da sua categoria de mercado. Além do cinza mate vista na versão ensaiada, a HD 300 ser comercializada em cinza mate escuro.

Outros artigos:

Contacto: Piaggio MP3 300 hpe – Para dominar a cidade

Campanha SYM até final de Agosto