Dicas – Como manter-se fresco nos dias de calor

Andar de moto em dias de muito calor pode ser um verdadeiro inferno. Aqui ficam algumas dicas para o ajudar a refrescar o corpo e andar de moto mais confortável!

O tempo quente dos dias de verão chegou em força a Portugal, e é por isso necessário um cuidado especial no momento em que nos preparamos e desfrutamos da nossa moto, seja numa viagem de dia-a-dia entre casa e o trabalho, seja numa viagem mais longa rumo a um destino como a Concentração de Faro para celebrarmos a cultura das duas rodas juntamente com outros amantes do motociclismo. Por isso convém ter em conta algumas dicas para se manter fresco enquanto anda de moto nos dias mais quentes!

É importante referir que aqui na redação da revista MotoJornal somos defensores acérrimos da utilização de todos os equipamentos de proteção que um motociclista pode, e deve, usar quando anda de moto! Seja o obrigatório capacete, passando pelo blusão, luvas, calças, calçado apropriado ou até mesmo os protetores dorsais… todos estes equipamentos de proteção devem estar no topo das suas prioridades.

Alguns fabricantes, como a Macna, desenvolveram uma série de equipamentos específicos para esta altura do ano, como o colete Cooling Vest EVO ou o Cooling Vest Hybrid que aqui lhe mostrámos.

Mas as nossas dicas para desfrutar da sua moto num dia de calor vão mais além do uso de equipamentos apropriados. E não precisa de ser como o Robbie Maddison no projeto “Pipe Dream” (foto de abertura do artigo), em que surfou algumas ondas aos comandos de uma KTM especialmente preparada. Não precisa de ir ao extremo de andar de moto na água para se refrescar!

Leia também – Dicas: Como limpar os seus equipamentos de moto

Dica 1 – Desfrute da viagem com calma

dicasSeja numa viagem mais curta ou numa viagem mais longa, é preciso entender que a forma como conduz a sua moto vai gastar maior ou menor quantidade de energia. O seu corpo irá gerar e consumir energia para acompanhar os seus desejos. E quando isso acontece, a temperatura corporal vai aumentar consideravelmente.

Particularmente numa viagem que inclui estradas mais retorcidas – e divertidas! –, com muitas curvas à mistura, conduzir uma moto pode tornar-se num esforço físico considerável, pelo que uma forma de reduzir a temperatura do seu corpo será adotar um estilo de condução mais descontraído e fluído.

Sim, é verdade que se conduzir depressa vai aumentar a velocidade com que o seu corpo recebe ar fresco. Mas isso será um consolo momentâneo e de pouca duração. Assim que abrandar ou parar, vai perceber que o seu corpo estará mais quente porque você pediu aos músculos que fizessem um esforço maior.

O nosso conselho aponta para que faça uma paragem a cada hora de viagem decorrida. Porém, em condições mais extremas, o tempo entre paragens para descansar deverá ser reduzido. Terá de conseguir perceber as necessidades do seu corpo nestas circunstâncias, evitando chegar a um ponto de exaustão extrema.

Leia também – Dicas: Qual a diferença entre óleo mineral, sintético ou semissintético?

Dica 2 – Viaje por estradas com sombra, evite autoestradas

dicasOs especialistas em planeamento urbano já perceberam que foi um erro criar cidades onde impera o betão e o ferro. As árvores que antigamente tínhamos a colorir as nossas ruas eram imprescindíveis para ajudar a combater o aumento da temperatura ambiente. Por isso, cada vez mais estamos a ver as cidades modernas tentarem incluir espaços verdes no seu interior.

Podemos aplicar este conceito às nossas viagens de moto em dias de calor.

A não ser que de facto tenha muita pressa / urgência em chegar ao destino, sempre que andar de moto num dia em que a temperatura ambiente é elevada, aproveite para escolher o seu percurso através de estradas secundárias, habitualmente mais protegidas por árvores (zonas de sombra), e por isso mais frescas para si e para a sua moto.

E, claro, as estradas secundárias de Portugal (ainda) não são pagas como as autoestradas! Pelo que conseguirá poupar bastantes euros evitando pagar portagens.

Leia também – Dicas: 10 acessórios indispensáveis para a sua moto

Dica 3 – Deitar cedo e cedo erguer…dicasOs mais experientes nas viagens de moto mais longas sabem disto há muito: quanto mais cedo você se colocar em cima da moto e se fizer à estrada rumo ao destino, menos calor vai sentir no corpo!

Durante as primeiras horas da manhã, mesmo nos dias em que as temperaturas previstas sobem acima dos 40 graus Celsius, a temperatura ambiente será significativamente mais baixa. É o momento ideal para fazer a sua viagem.

E mesmo que não consiga chegar ao destino antes do meio-dia, aproveite para planear a viagem de forma a poder descansar na hora de almoço e, quem sabe, desfrutar de uma saborosa refeição para recuperar energias e até dormir um pouco enquanto passa a hora de maior calor.

Poderá depois prosseguir rumo ao destino escolhido numa hora mais tardia, quando o sol deixa de estar a pique, aproveitando o baixar da temperatura ambiente enquanto a lua vai subindo no céu e a noite se instala.

Leia também – Dicas: Quando devo mudar o pneu dianteiro da moto?

Dica 4 – Planeamento é tudo!

dicasNa dica anterior referimos que pode começar a sua viagem cedo e planear de forma a chegar a um local onde possa descansar e alimentar-se ao almoço. E nesta dica reforçamos esta ideia: planeamento é tudo!

Hoje em dia qualquer motociclista tem os meios tecnológicos – um smartphone é suficiente – para planificar o seu percurso de viagem antes mesmo de se fazer à estrada. Ainda que o destino final seja o ponto de GPS que mais deseja atingir, antes de lá chegar pode perfeitamente aproveitar para ficar a conhecer melhor alguns locais de Portugal que se calhar nem imaginava que existem.

Divida a sua viagem em várias partes. Visite locais novos para si, maximizando a experiência que é andar de moto. E aproveite cada paragem para descansar e recuperar energias. Num dia de calor nem imagina como isto lhe saberá bem!

Leia também – Dicas: 5 coisas que pode fazer para melhorar a sua moto

Dica 5 – Utilize o equipamento apropriado

Sabe aquele blusão que comprou para usar nos dias de inverno, frios e chuvosos, e do qual tanto se orgulha? Esse blusão não é a escolha ideal para os dias mais quentes de verão. Todos os fabricantes de equipamentos para motociclismo disponibilizam equipamentos específicos para dias quentes, seja pelos detalhes técnicos, seja também pelo tipo de materiais usados que permitem uma melhor dissipação do calor e otimizam a temperatura corporal.

Por exemplo, os blusões em rede. Ao invés dos habituais blusões fabricados em tecido “fechado”, os blusões em rede, como o nome indica, são abertos e permitem que uma grande quantidade de ar passe para o interior, refrescando o corpo do motociclista e reduzindo a temperatura corporal.

E quem diz blusão pode também dizer um par de calças técnicas, luvas mais “leves”, etc.

E faça uso das características técnicas dos seus equipamentos! Muitos têm aberturas de ventilação incluídas, que devem, nos dias quentes e secos, ser abertas, garantindo assim que o motociclista otimiza o fluxo de ar no interior do equipamento e fica mais fresco.

Se nem mesmo as aberturas de ventilação forem suficientes, um truque básico que pode experimentar é molhar a sua t-shirt (que está mais perto da pele) mesmo antes de arrancar. Não se preocupe se a t-shirt ficar ensopada! É mesmo esse o objetivo. Vai ver que assim que começar a andar de moto, a passagem do ar pela t-shirt molhada vai criar uma frescura adicional. Quase como ter um ar-condicionado.

Dica 6 – Hidrate-se!

Esta é uma dica que é básica, mas que muitos motociclistas tendem a esquecer-se dela. Por alguma razão se diz que a água é o nosso bem mais precioso. E de facto, se viajar de moto, leve sempre consigo uma garrafa de água para garantir que tem a possibilidade de se hidratar mesmo quando não encontra um local com água próximo de si.

Se preferir, algumas marcas de acessórios e equipamentos de moto, em particular aquelas que se focam mais no “off-road”, disponibilizam diversas opções de mochilas com bolsas de hidratação integradas, ou até mesmo os famosos “camel back”, bolsas que podem ser cheias de água ou outro líquido apropriado, e que o vão ajudar a manter o corpo hidratado.