A casa transalpina Ducati anunciou os resultados relativos ao ano de 2017 e o saldo só poderia ser positivo.

A Ducati Motor Holding continua a crescer, isto se tivermos em atenção aos números apresentados a passada semana pela marca de Bolonha. No total, foram entregues 55871 unidades a felizes clientes, contra as 55.451 unidades alusivas a 2016, mantendo-se assim um ligeiro número de crescimento. Crescimento é aliás a palavra de ordem da Ducati nos últimos oito anos, o que segundo Claudio Domenicali que se referiu a 2017, como sendo “outro grande ano para a Ducati, tanto comercialmente, como em termos de competição. Competimos pelo título do MotoGP até à última prova, vencemos 6 corridas e obtivemos o nosso melhor resultado desde 2009. A renovação constante da nossa gama e uma cuidada qualidade têm nos permitido crescer a pensar nos problemas que afectam o mercado de uma forma global.”

No que se refere à produção da marca relativamente ao ano passado, destaque para a família Multistrada, que se tem mostrado bastante bem recebida junto dos clientes. O mesmo aconteceu com a gama Monster e a SuperSport, não pondo de lado a 1299 Superleggera, das quais 500 unidades foram já vendidas antes de se ter iniciado a sua produção. Naturalmente que a Scrambler possui o seu peso no sucesso da Ducati, tendo sido vendidas 31.061 durante 2017. Em termos de mercado, destaque para um aumento de 12% em Itália. Os EUA continuam a ser o principal mercado da marca, onde se registou um aumento de 1.3%. A Ducati reforçou ainda a sua posição no mercado asiático, havendo a registar um aumento de mais de 31% na China, o que obrigou a aumentar o número de pontos de venda de 9 para 18.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here