O britânico Billy Bolt em Husqvarna venceu o Extreme XL Lagares disputado este fim-de-semana, tendo sido secundado na classificação final por Jonny Walker em KTM e por Manuel Lettenbichler, este último também aos comandos de uma moto da marca austríaca.

Após dois intensos dias de qualificação, onde se registaram várias quedas – como a de Coddy Web, a prova prosseguiu com a realização do Endurocross no sábado e o prólogo urbano, onde 252 participantes oriundos de 20 nacionalidades alinharam à partida. Enquanto os pilotos da categoria Pro realizaram duas voltas ao traçado, e as restantes apenas uma, o dia foi difícil, com o piso a apresentar-se extremamente escorregado, com a passagem por ribeiras e pedras, associado a trilhos florestais a ditarem a técnica de cada piloto na procura da melhor posição possível.

Com uma diferença de 15 segundos dada entre pilotos à partida, foi Walker o primeiro a receber a bandeirada de xadrez, seguido de Coddy Web e Bolt. Tendo a difícil tarefa de abrir a pista, Walker depressa marcou o ritmo da prova e averbou o melhor tempoAtrás dele, Bolt passou Webb. Quem teve uma difícil tarefa foi o polaco Taddy Blazisiak em KTM, já que após uma parca qualificação, teve que se esforçar bastante para chegar ao 4º posto.

Graças a um reabastecimento rápido, Walker soube gerir a sua vantagem de seis minutos face a Bolt, na entrada da segunda volta. Enquanto isso, Lettenbichler, Webb e Graham Jarvis lutavam para atingirem um lugar entre os cinco primeiros. Bolt não mais largou a liderança, enquanto que Blazusiak teve que se contentar com o 4º posto.

No final do dia de ontem Billy Bolt dizia que “Estou muito feliz por ter ganho esta primeira prova do WESS no Extreme XL Lagares. Houve alturas tensas e no final estive à espera dos resultados, mas é uma grande sensação estar no degrau mais alto do pódio. Comecei o dia de hoje em terceiro e tentei encontrar uma posição confortável. Os regos de água eram incrivelmente escorregadios, mas mantive-me em prova e foquei-me na prova. Na segunda volta forcei o andamento e tratei de liderar a minha vantagem e apanhei o Jonny. Vencer aqui na primeira ronda do World Enduro Super Series foi fantástico e mal posso esperar para estar daqui a três semanas no Erzbergrodeo Red Bull Hare Scramble na Áustria.

Já Jonny Walker disse que “é muito bom estar no pódio do WESS na segunda posição. Claro que adorava ter ganho e consegui ter uma vantagem de seis minutos sobre todos. Mas como fui o primeiro piloto na pista, isso não jogou a meu favor na segunda volta, já que encontrei muitos pilotos pelo caminho.” Por seu lado quem se encontrava bastante satisfeito com o resultado obtido foi o alemão da KTM Manuel Lettenbichler que revelou que “estou muito feliz com o meu resultado de hoje. Estive a pilotar de uma forma bastante agressiva toda o fim-de-semana e quando chegou a prova principal senti que poderia fazer um resultado surpresa. Honestamente este é o meu melhor resultado de toda a minha carreira. Isto dá-me uma maior confiança para o resto do campeonato e estou determinado a mostrar do que sou capaz.

Quanto à participação portuguesa, destaque para Diogo Vieira em Yamaha que se classificou no 15º posto, sendo assim o melhor piloto lusitano na prova.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here