Serão sete as provas agendadas pela Federação Motociclismo de Portugal para a realização do Nacional de Enduro. A primeira irá ser em Vila Nova de Santo André no dia 28 de Janeiro.

A época nacional de Enduro está prestes a iniciar-se, uma vez mais com o apoio da CFL Offroad. Com sete provas marcadas, duas delas serão duplas, das quais contarão as oito melhores para o campeonato.

Entre as novidades para a presente época, conta-se a criação da classe Mini-Enduro, para pilotos com idades entre os 8 e 16 anos de idade feitos até dia 1 de Janeiro de 2018. Em termos de estrutura, esta classe será dividida em duas datas, estando a primeira será marcada por um estágio/ prova e as restantes inseridas no campeonato nacional. Uma forma de cativar novos valores para uma modalidade que visa crescer em quantidade e qualidade dos participantes. Quanto às motos a utilizar nesta classe, a classe Mini-Enduro 1 irá agrupar motos até aos 65cc a dois tempos, que irão competir directamente com as motos com motor a quatro tempos e 110cc. Na classe Mini-Enduro 2 irão alinhar as motos com motor a dois tempos e cilindradas até aos 85cc, assim como as quatro tempos até 125cc.

Quem não irá registar qualquer alteração face a edições anteriores será a classe Enduro Cup, onde os pilotos com idade máxima de 18 anos voltarão a utilizar motos a quatro tempos de 50 e 125cc. Para estes, o calendário prevê quatro provas de um dia e duas de dois.

A Youth Cup irá continuar em 2018, com os pilotos a terem uma idade máxima de 20 anos completada no dia 1 de Janeiro do presente ano. As motos a utilizar serão 125cc a dois tempos.

Calendário

27 e 28 de Janeiro: Vila Nova de Santo André

24 e 25 de Fevereiro: Góis

23 a 25 de Março: Régua

22 de Abril: Lousã

20 de Maio: Águeda

17 de Junho: Souselas

14 e 15 de Julho: Valpaços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here