Honda apresenta programa desportivo para 2018 (com vídeo)

zumo396

A Honda Motor Company revelou as linhas mestras do seu envolvimento desportivo para a presente temporada, onde estará envolvida em várias frentes.

A lista de participações da casa nipónica a nível oficial é, à semelhança de anos anteriores, bastante extensa. A primeira aposta passa naturalmente pela participação no MotoGP, onde o piloto Marc Márquez, quatro vezes campeão do mundo e vencedor do Mundial de 2017 pelo segundo ano consecutivo, e Dani Pedrosa, 13 anos veterano na sua classe, continuará a correr pela Repsol Honda Team, pilotando o modelo de 2018 da RC213V. A juntar a estes, outros quatro pilotos irão correr no MotoGP: Cal Crutchlow (LCR Honda CASTROL), Takaaki Nakagami (LCR Honda IDEMITSU) que se irá mudar para o MotoGP este ano, Franco Morbidelli e Thomas Lüthi (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS). Com um total de três equipas para seis pilotos, a Honda irá uma vez mais tentar a tripla coroa e vencer os títulos mundiais de condutor, construtor e equipa. Na classe de Moto3, onde a marca nipónica venceu o ano passado, o modelo a utilizar nesta competição em 2018 será a NSF250RW que será entregue a 7 equipas e 13 pilotos que terão como objectivo vencerem o título pelo segundo ano consecutivo.

No MXGP, a primeira classe do Campeonato do Mundo FIM de Motocross, Tim Gajser, que terminou a temporada em 5º lugar e Brian Bogers, que recentemente se juntou à equipa na classe de MX2, competirá pela equipa oficial HRC. Ambos os pilotos irão guiar a versão deste ano da CRF450RW. Na classe MX2, Calvin Vlaanderen também alinhará com as cores oficiais, recorrendo a uma CRF250RW com preparação de fábrica, de modo a que possa aspirar à conquista do título. Outra modalidade em que a Honda irá aposta será o Trial, através da participação no Campeonato do Mundo. Depois de Toni Bou ter vencido esta competição durante 11 temporadas, e Takahisa Fujinami, um veterano com 24 anos de participação nesta disciplina, utilizarão as Honda COTA4RT de fábrica.

Do outro lado do Atlântico, o Campeonato AMA 4 de Supercross, uma competição considerada Campeonato do Mundo FIM, a Honda estará representada na classe de 450SX. Os pilotos chamado pela casa nipónica, através da sua filial norte-americana serão Cole Seely e Ken Roczen que utilizarão as CRF450R.

Quanto ao Campeonato do Mundo de Superbikes, Leon Camier e Jake Gagne levarão a CBR1000RR SP2 às pistas através da equipa Red Bull Honda World Superbike Team, suportada pela Honda Motor Europe Ltd.

Claro que o Campeonato do Mundo de Endurance terá que registar a presença oficial da Honda, estando já confirmada a presença de Takumi Takahashi nas 8 Horas de Suzuka pelas cores do Team HRC.

Na classe SS600 do Campeonato de Competição de Estrada da Ásia, Md Zaqhwan Zaidi que terminou a época passada na segunda posição, Azroy Anuar, que se irá estrear e Tomoyoshi Koyama irão acrescentar um valor à equipa. Entre as AP250, será a Astra Honda Racing Team a defender as cores da casa, isto depois de ter vencido esta competição em 2017.

Por fim, e de uma forma muito própria a Honda irá “jogar em casa” em três frentes. Uma delas é o denominado “All All-Japan Road Race Championship (JRR), com Takumi Takahashi a começar a temporada com o Team HRC, com uma moto que tem como base a CBR1000RR SP2. A este, somam-se, Sodo Hamahara (Team Sakurai Honda), Tatsuya Yamaguchi (Team SuP Dream Honda). Yuki Takahashi e Ryuichi Kiyonari (MORIWAKI MOTUL RACING), Kosuke Akiyoshi (au & Teluru MotoUP Racing) continuarão a competir nas suas classes com as mesmas equipas. No entanto, Ryo Mizuno (MuSASHi RT HARC-PRO.Honda), o campeão de 2017 de J-GP2, irá passar para a classe JSB1000 class e Md Zaqhwan Zaidi irá para outra equipa, a Honda Asia-Dream Racing. Segue-se nos planos da Honda, as participações no All-Japan Motocross Championship com o campeão de 2017, Akira Narita com a CRF450RW oficial. Na classe IA2, Chihiro Notsuka, vencedor do campeonato em 2016. alinhará pelo Team HRC. Surge finalmente o Campeonato japonês de Trial, contando a marca com os serviços de Tomoyuki Ogawa, que venceu já por sete vezes esta competição e que em 2018 pilotará uma RTL300R.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.